noticias-policiais


 

Através de consulta do número do IMEI, PM apreende celular roubado em Registro

É segundo caso registrado recentemente. PM orienta a não comprar aparelhos de procedência duvidosa

foto-da-materia

  

Atualmente cerca de 30% dos crimes de roubo e furto no Estado de São Paulo têm como alvo o aparelho de celular. Para coibir esta modalidade criminosa a Polícia Militar passou a consultar o IMEI pelo terminal móvel de dados das viaturas, agilizando e dando efetividade para suas ações de fiscalização. Desta forma, na noite desta segunda-feira (27), por volta das 21 horas, uma das equipes de serviço abordou uma motocicleta no Jardim São Mateus, em Registro. Apesar de nada de ilícito ter sido localizado com o condutor, verificou-se que a sua habilitação estava vencida há mais de 30 dias. Ele foi então devidamente autuado.

 

CELULAR ROUBADO – Ao revistar o passageiro da motocicleta, os Policiais Militares decidiram consultar o IMEI do aparelho celular que ele portava e constataram que era roubado. Ele foi detido e o celular apreendido, sendo também registrado um BOPM de “receptação”.

DICAS – Desde o ano passado a Polícia Militar passou a realizar consultas de IMEI e de janeiro a outubro de 2016 houve um aumento de 209% de aparelhos recuperados em receptação sobre o mesmo período de 2015. Outra providência adotada foi o estabelecimento de rotina de envio diário de lista desses IMEIs para as operadoras, que realizam o bloqueio em até 72h. A Polícia Militar orienta a população a sempre registrar um boletim de ocorrência de roubo ou furto de celular, além de informar o IMEI do aparelho. Desconfie de preços muito baixos ao comprar aparelhos de terceiros e verifique a procedência. Você pode verificar se o aparelho que está comprando possui restrições no site da Anatel, bastando clicar em www.consultaaparelhoimpedido.com.br/public-web/welcome

 

 

 

moldura-folhas