noticias-policiais-logo

 


 

 

A cara do dono

Nem sempre aquilo que se imagina torna-se realidade!

foto-da-materia

  

Um dia destes eu estava dando umas rastejadas lá pelas bandas de Registro e ouvi um cidadão, que tem um pequeno comércio na cidade, contando para um amigo que havia brigado com a esposa, pois já estava cansado de tantas discussões no casamento. Saiu de casa por uns dias, até que sua mulher o procurasse, pedindo para voltar. Bom, aí ele começou a dar uma de difícil, dizendo que não voltaria não.

Para agradá-lo e convencê-lo a voltar ela disse:

- Amor, volta pra casa, eu recebi um bom dinheiro de uma indenização e vou comprar um carro pra você, assim a gente pode sair, passear de carro, viajar, enfim, vai ser muito legal.

Ele, já arregalou os olhos mas, se achando o último biscoito do pacote, respondeu:

- Ah, você sabe... eu sou meio enjoado pra esse negócio de carro. Só gosto de coisa boa, sabe como é, né?

Disse ela:

- Não se preocupe quanto a isso, eu até já escolhi o carro, você vai gostar muito.

Aí ele ficou feliz e voltou pra casa e já foi logo perguntando do carro.

Respondeu a alegre esposa:

- Vou busca-lo amanhã e, quando você voltar do serviço, ele já vai estar aqui. Você vai ver: esse carro é a sua cara, a sua cara, você vai ver!

Bom, vaidoso do jeito que era, já começou a imaginar a marca e o modelo do carro.

Quando voltou no final do dia lá estava o carro, que era a cara dele: um Chevette 1978, todo amassado e pneus murchos.

A cara do dono!


 

moldura-folhas